No primeiro fim de semana da “lei seca” dez estabelecimentos e duas festas são interditados

Publicidade

Além dos estabelecimentos e festas interditados, a equipe de fiscalização precisou dispersar várias aglomerações em vias públicas, quadras e praças.

No primeiro fim de semana do decreto da “lei seca” a equipe de fiscalização da Prefeitura de Varginha foram interditados 10 estabelecimentos e duas festas.

Entre os estabelecimentos interditados estão restaurantes, mercearias, lojas de produtos não essenciais, pastelaria e comércio ambulante. Já as festas aconteciam em sítios alugados na zona rural de Varginha. Também aplicadas multas para pessoas que não estavam fazendo o uso adequado de máscaras.

As principais irregularidades encontradas foram o funcionamento em horário/dia não permitido, venda de bebida alcoólica, atendimento presencial de clientes, aglomeração, uso inadequado de máscaras, entre outras. Em muitos casos foi necessária a dispersão de várias aglomerações em vias públicas, quadras e praças.

A força tarefa da prefeitura prossegue com as fiscalizações dos setores de Vigilância sanitária, Vigilancia ambiental, Posturas e Guarda Civil Municipal com apoio da Polícia Militar.

Publicidade

Lei Seca

A Prefeitura de Varginha atualizou o último decreto municipal, com medidas mais rígidas e restrições, para tentar frear o avanço da Covid-19 na cidade, entre elas uma “lei seca”.

A proibição vale para qualquer tipo de estabelecimento. Por tanto supermercados e mercearias também ficam impedidos de vender bebidas alcoólicas aos sábados, domingos e feriados durante a vigência do decreto, que, em um primeiro momento, é de 10 dias. A venda também não pode ocorrer no sistema delivery.


Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

1 COMENTÁRIO

  1. Nao adianta nada nao vender fim de semana o funcionário do Mineirão disse que sextas-feiras a noite ja tinham limpado as cerveja todas. O povinho sem noçao e a multa tinha que ser pros donos dos sitios e com multa que deixasse ele bem bem apertado msm, nao é 1800,00 pq isso ele paga tranquilo. É um absurdo essas leis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui