Ex-delegado de Varginha é condenado a 19 anos de prisão

Publicidade

O Ex-delegado condenado foi apontado pelo MPMG como líder de organização envolvida em crimes no Detran.

O ex-delegado regional da Polícia Civil de Varginha, Wellington Clair, foi condenado a 19 anos um mês e 25 dias de reclusão e 3 meses de detenção, em regime inicial fechado de prisão. Ele foi apontado pelo MPMG como líder de organização envolvida em crimes no Detran.

Ele ocupou o cargo de delegado regional entre 2018 e 2019 e foi condenado pelos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e prevaricação. A decisão é de primeiro grau e cabe recurso.

Além da pena privativa de liberdade, que o ex-delegado pagará multa que repare os danos morais coletivos no valor aproximado de R$470 mil. Terá, ainda, que devolver R$247.500,00, reconhecidos como propina recebida. A perda do cargo de delegado de Polícia também foi decretada pelo Poder Judiciário.

As ações penais contra os demais indivíduos apontados como membros da organização criminosa, policiais civis, servidores públicos e despachantes, estão em andamento.

Publicidade

Em 2020, ele foi um dos presos na Operação “Ilusionista”, que investigou prática dos crimes no Detran.

Crimes praticados

As investigações apuraram pagamento de propina a policiais civis e servidores do Detran para favorecimentos em investigações envolvendo desmanches de veículos; retirada das anotações de sinistro dos documentos de veículos montados com peças produto de crime; que fossem atestadas falsamente vistorias não realizadas; agilização na expedição de documentos veiculares e autorização para que emplacamentos e lacrações ocorressem fora do órgão de trânsito.


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga-nos no Google News

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui