Goleiro Bruno pode deixar a prisão a qualquer momento

goleiro bruno

Segundo o advogado de Bruno, o goleiro já tem direto devido às remições por tempo trabalhado.

O goleiro Bruno Fernandes pode sair da prisão em regime semiaberto domiciliar e voltar a dormir em casa a qualquer momento.

O atestado de pena de Bruno aponta a saída para o dia 6 de novembro, mas o advogado do goleiro diz que mais de 150 dias de trabalho e estudos cumpridos por Bruno precisam entrar no cálculo, diminuindo o tempo necessário para obtenção da redução da pena em regime fechado.

Bruno foi condenado pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samúdio e  por sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Ele está preso desde 2010, também foi condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu.

As penas somadas chegaram a mais de 20 anos de prisão e Bruno cumpriu 8 anos da pena até o momento.

O goleiro chegou a ser solto em 20017 e foi contratado pelo Boa Esporte, mudou-se para Varginha na época, mas a pena foi revogada e o habeas corpus negado, fazendo com que Bruno voltasse para a prisão. Ele se apresentou à polícia de Varginha e continuou sua pena na prisão da cidade desde então.

Mesmo preso, Bruno também tem se exercitado e jogado futebol, tentando se manter em forma. Ele pretende retomar mais uma vez a carreira assim que for libertado, seu contrato com o Boa Esporte se encontra suspenso no momento.

Fonte: G1


Curta o Varginha Digital no Facebook e acompanhe as notícias também pelo Instagram.

Voltar para a Página Inicial

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome