Operação contra esquema de corrupção é realizada no presídio de Varginha

Publicidade

A operação ‘Penitência’, no presídio de Varginha, foi deflagrada na manhã desta segunda-feira, 14.

A operação ‘Penitência’, realizada pelo Gaeco em conjunto com a Promotoria de Justiça, o Departamento Penitenciário de Minas Gerais, a Polícia Militar e a Polícia Civil, cumpriu, 12 mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão preventiva e um de prisão temporária contra os investigados nesta segunda-feira, 14. 

De acordo com informações do Ministério Público de Minas Gerais – MP, diretores do presídio, policiais penais, advogados e intermediários participavam da organização criminosa, que praticava corrupção passiva, receptação e embaraço às investigações.

Ainda de acordo com o MP, foi oferecida denúncia contra seis pessoas pela prática de 11 crimes. Uma outra denúncia já havia sido feita contra duas pessoas pela prática de seis crimes.

Durante as investigações foi descoberto que policiais penais cobravam propinas dos presos para os mais diversos fins, dentre eles transferências ou permanência na unidade local para quem está no regime semiaberto, obtenção de trabalho externo ou interno e outros confortos. Advogados e particulares seriam os intermediários das propinas.

Publicidade

Participam da operação cinco Promotores de Justiça, três servidores do Ministério Público, 19 policiais militares, três policiais civis e 15 policiais penais. O Ministério Público informou que as investigações continuam.


Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga o Varginha Digital no

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui