Polícia Civil indicia suspeito de matar professor em Varginha

Publicidade

O professor José Wilton Andrade Junior foi encontrado morto na sua própria casa, no dia 18 de outubro.

A Polícia Civil indiciou homem preso suspeito do assassinato do professor José Wilton Andrade Junior, de 53 anos, pelo crime de latrocínio. O crime aconteceu no dia 18 de outubro, no bairro Bom Pastor em Varginha.

O suspeito do crime se entregou no final da manhã do dia 20 de outubro, na Delegacia Civil em Três Pontas (MG). Ele estava acompanhado pelo advogado. Na ocasião ele apresentou um álibi e negou a participação no crime.

Para chegar a essa conclusão e indiciar o suspeito, a Polícia Civil reuniu uma série de provas,  entre elas, a tentativa de venda, por parte do suspeito, do notebook e do veículo da vítima, ambos apreendidos pelos policiais.

O suspeito tentou vender o carro da vítima na cidade de Três Pontas para uma empresa especializada de compra e venda de veículos. Toda a conversa e negociação de venda foi investigada. O funcionário contou que o suspeito teria tentado vender o carro, falando que ele estava “caguetado”. O funcionário teria questionado o suspeito, que completou dizendo que o veículo era roubado.

Publicidade

A Polícia Civil irá ainda confrontar o DNA do suspeito, fornecido por ele próprio, com o DNA que foi coletado na casa. Existem ainda outras questões técnicas que a polícia ainda está realizando, mas que não impediu que o inquérito fosse concluído.

O Delegado Leonardo Sousa Lima pediu a prisão preventiva do suspeito, que deve sair nos próximos dias. Segundo a polícia, com a conclusão do inquérito, o procedimento será remetido à Justiça.

Com informações G1.

Entenda o caso

O professor José Wilton Andrade Júnior, 52 anos, foi encontrado morto, com sinais de facadas, em sua casa, no bairro Bom Pastor, no final da tarde desta segunda-feira, 18.

José Wilton dava aula nas escolas Municipal São José e Estadual Dr. Wladimir de Rezende Pinto (Polivalente) e integrava a Cipa da Seduc (Comissão Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho e Doenças Ocupacionais da Secretaria Municipal de Educação).

De acordo com as informações iniciais, pertences do professor, como computador e celular Moto G-7, além do carro foram levados.

A Polícia Militar informou ainda que a casa não tinha sinais de arrombamento e pelo que foi apurado até aqui, o próprio professor teria aberto a porta da casa para os agressores. A teoria é de que seriam dois ou mais autores do crime.

Nas redes sociais, a Prefeitura de Varginha, as duas escolas onde o professor lecionava, amigos de trabalho e alunos dele, lamentaram a perda do professor que era bastante querido na cidade e comemorou o Dia dos Professores na última sexta-feira, dia 15 de outubro.


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga-nos no Google News

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Receba as notícias no seu e-mail

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui