Tarifa de ônibus não sofrerá aumento em Varginha

Publicidade

A Prefeitura de Varginha fará complemento no valor da tarifa de ônibus para evitar o aumento.

A tarifa de ônibus não sofrerá aumento em Varginha em 2022. Ou seja, o valor continuará sendo R$ 4,20. A ação só será possível porque a Câmara Municipal de Varginha aprovou na noite de quarta-feira, 30, por 11 votos favoráveis e três contrários, o Projeto de Lei nº 08/2022, de autoria do Executivo, que mantém o valor da tarifa do transporte público coletivo urbano, mediante complemento tarifário, pelo município, por usuário pagante, visando a busca pela justiça social.

“A Câmara de Varginha demonstra que está atenta às demandas da população, sobretudo, às demandas dos que mais necessitam. Ao aprovar este projeto, os vereadores são solidários ao povo que já não aguenta mais tantos aumentos e que sofreria muito com um reajuste no valor da passagem de ônibus”, concluiu a presidente da Câmara, vereadora Zilda Silva.

Durante a discussão do projeto, os vereadores ainda enfatizaram suas críticas quanto ao serviço prestado atualmente, reforçando que os votos favoráveis ao projeto não são votos de aprovação ao transporte coletivo de Varginha, mas, sim, votos para impedir que o valor da passagem seja aumentado.

Como funcionará

O valor será mantido durante seis meses, enquanto a Prefeitura de Varginha fará o complemento até o limite de 320 mil mensais. Na prática, a cada R$ 4,20 de tarifa paga pelo usuário, a prefeitura completa com R$ 1,00.

Publicidade

O projeto original, enviado pela Prefeitura em fevereiro deste ano previa que a ação duraria 1 ano ou até que fosse encerrado o procedimento licitatório para selecionar a empresa que prestará o serviço de transporte coletivo. Porém, por emenda de autoria da Comissão de Justiça, Legislação e Redação Final, o período foi determinado de seis meses.

Na época do envio do projeto para a Câmara Municipal, o prefeito Vérdi afirmou que a Autrotrans considerou em suas projeções a queda no número de usuários (devido ao desemprego e a concorrência com os motoristas de aplicativo), a gratuidade de alunos (que volta a valer com o retorno das aulas), idosos e pessoas com deficiências, o aumento dos insumos e dos salários dos colaboradores e chegou a um valor de R$ 6,00 para a tarifa em Varginha.

“Nós entendemos que uma tarifa de R$ 6 reais seria humanamente impossível para o trabalhador. Por isso criamos o projeto. Nós não estamos colaborando com a empresa, estamos colaborando com o trabalhador, que continuará a pagar R$ 4,20”, ressaltou Vérdi naquele momento.

O projeto original ainda foi alterado pela emenda da Comissão de Finanças e Orçamento que prevê que a empresa envie, mensalmente, um relatório de usuários pagantes e não pagantes à Administração e à referida Comissão, com todos os documentos comprobatórios.

O projeto aprovado, com suas devidas emendas, agora segue para a sanção do prefeito.



Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.





Receba as notícias no seu e-mail

1 COMENTÁRIO

  1. Os vereadores vão tirar 1 Real do próprio bolso para inteirar os 5,20?
    Não subiu como?
    4,20 + 1,00 não é 5,20?
    Esse 1 Real cai do céu, sai do bolso dos vereadores que aprovaram o projeto ou é dinheiro dos impostos que os próprios contribuintes pagam.
    Eu por exemplo não uso ônibus, indiretamente, através de impostos municipais, estarei dando dinheiro para a Autotrans não é?
    Fora os 500 mil de impostos perdoados não é?
    Mordomia para empresa privada com dinheiro público.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui