Primeiras doses da vacina contra a Covid-19 devem ser distribuídas no início de 2021

Vacina contra Covid-19
Foto: Reuters/Athit Perawongmetha/Direitos Reservados

 As vacinas contra a Covid-19 que serão disponibilizadas para a população estão sendo produzidas pelo laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford.

O Ministério da Saúde divulgou que as primeiras doses da vacina contra a Covid-19, que está sendo produzida pelo laboratório AstraZeneca e Universidade de Oxford, devem ser distribuídas para a população no início de 2021, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI), que atende o Sistema Único de Saúde (SUS).

O MS divulgou ainda que a parceria prevê a assinatura, na primeira semana de setembro, de um acordo de encomenda tecnológica e desenvolvimento de uma plataforma para fabricação de outras vacinas, como a da malária.

“O governo está investindo todos os esforços para entregar à população uma vacina segura e eficaz, com todo o cuidado e zelo necessários para a vida dos brasileiros”, afirmou o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Inicialmente, deverão ser produzidas 100 milhões de doses a partir de insumos importados. A produção integral da vacina na unidade técnico-cientifica Bio-Manguinhos tem início estimado para abril do próximo ano.

De acordo a presidente da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz, Nísia Lima, a instituição está mobilizando todos os recursos tecnológicos e industriais de que dispõe para que a população tenha acesso à vacina no menor tempo possível. “Estamos conversando com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e parceiros tecnológicos com o intuito de reduzir os prazos de produção, registro e distribuição da vacina”, disse Nísia.

Vacina contra a Covid-19 em Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciou, que está preparando um plano de contingenciamento para imunização contra a COVID-19. O protocolo irá orientar os municípios no processo de vacinação da população mineira, assim que a vacina esteja disponível no mercado.

“Nós estamos nos preparando para, quando chegar essa vacina, termos condições de fornecer os insumos, distribuir adequadamente a vacina e, inclusive, fazer o acompanhamento pós-vacina”, disse o secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, em coletiva virtual transmitida nesta terça-feira, 1 de setembro. 

Amaral estima que, em seis meses, toda a rede de saúde mineira esteja estruturada para atender a população.


Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

whatsapp varginha digital noticias

Veja também

Siga-nos nas Redes Sociais

Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores
logo varginha digital

Varginha Digital
Notícias de Varginha e região direto no seu celular.
Informação com credibilidade, Varginha em um clique!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome