Publicidade

UNIFAL-MG está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação; são mais de 400 vagas para mestrados, doutorados e especializações em diversas áreas do conhecimento.

Para quem deseja aprofundar os conhecimentos em sua área de atuação e realizar o sonho de cursar pós-graduação em 2022, a UNIFAL-MG está com inscrições abertas nos processos seletivos para cursos nas modalidades stricto sensu – mestrado ou doutorado -, e lato sensu – especialização, somando cerca de 400 vagas para início no primeiro semestre deste ano.  

Conforme o professor Luiz Felipe Leomil Coelho, coordenador de pós-graduação da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), a possibilidade de realizar um curso de pós-graduação, independente da modalidade — stricto sensu ou lato sensu —, permite que o profissional adquira novos conhecimentos e novas competências que não foram possíveis de serem obtidas na graduação.

Ao cursar a pós-graduação, ocorre um aumento da capacidade crítica e da qualificação profissional, possibilitando aos profissionais obter uma melhor competitividade no mercado de trabalho. Assim sendo, o mercado de trabalho reconhece que essa formação acadêmica é um diferencial”, afirma.

A modalidade lato sensu oferece cursos que visam atualizar os conhecimentos do estudante em uma determinada área. “Geralmente são cursos com carga horária maior do que 360 horas e disciplinas definidas que podem ser realizadas de forma presencial ou a distância”, explica o professor, acrescentando que nos cursos de especialização, são oferecidas diversas disciplinas de forma a fazer com que o estudante se aperfeiçoe e receba, ao final, um título de “especialista” naquele determinado tema.

Publicidade

Já os cursos stricto sensu são oferecidos por meio de programas que objetivam estimular a visão crítica do estudante para que possa desenvolver pesquisa sobre o tema definido pelo seu orientador. “Nesta modalidade, existem várias disciplinas e o discente pode optar por cursar algumas e não cursar outras. O processo de orientação é ativo e geralmente um novo conhecimento é gerado. Esse novo conhecimento é divulgado por meio de congressos, artigos, capítulos de livros e livros. Geralmente, o tempo para obter o título de mestrado é de dois anos e o de doutorado é de quatro anos”, detalha o coordenador de pós-graduação.

Segundo ele, os programas de pós-graduação que oferecem cursos de mestrado e doutorado devem ser aprovados para funcionamento pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, a CAPES, órgão também responsável por avaliações periódicas dos cursos da mesma área. As especializações da modalidade lato sensu não precisam de aprovação pela CAPES ou pelo MEC para funcionamento. Neste caso, as regras são definidas pelas próprias instituições. 

Como na UNIFAL-MG, há mestrados acadêmicos e profissionais, o professor Luiz Felipe Coelho também esclarece as especificidades de cada categoria. “O mestrado acadêmico visa gerar produtos que contribuem para o estado da arte em alguma área do conhecimento. O discente não precisa estar atuando profissionalmente e o resultado da dissertação é a disseminação do conhecimento por meio de artigos, livros, congressos etc. Já o mestrado profissional visa principalmente qualificar o profissional que já atua e visa o desenvolvimento de produtos ou processos que irão resolver algum problema importante existente no trabalho do discente”, diferencia.

O resultado da pesquisa desenvolvida por quem opta pelo mestrado profissional também é caracterizado de maneira diferente. “As dissertações são direcionadas para a produção de manuais didáticos, processos ou otimização de produtos que afetem diretamente a qualidade do serviço prestado por esse profissional”, exemplifica o professor.

A Universidade também oferece as modalidades doutorado e doutorado direto em alguns programas de pós-graduação. De acordo com Prof. Luiz Felipe Coelho, ambos conferem ao final o título de “doutor” na formação. O que diferencia o doutorado direto do doutorado convencional é o tempo de formação e o modo de ingresso. “Para ingressar no doutorado direto, o graduado irá ter que demonstrar que já possui um diferencial em sua formação acadêmica durante a graduação”, enfatiza.

“Geralmente são discentes que apresentam um certo grau de maturidade científica e que têm a capacidade de ir direto realizar o curso de doutorado. O processo seletivo necessita ser mais rigoroso para permitir identificar essas características no candidato. A opção mais frequente é a realização do doutorado. Nesse caso é necessário que o discente tenha obtido o título de mestrado anteriormente”, conclui.

A UNIFAL-MG está com 14 editais com inscrições abertas:

A forma de ingresso, os prazos de inscrições e os critérios de seleção são específicos de cada um dos programas, informações que podem ser consultadas nos editais divulgados neste link.

Conheça os diferentes cursos de pós-graduação da UNIFAL-MG: stricto sensu e lato sensu.

Veja também: Unifal-MG 2022: inscrições abertas para cursos de Pós-graduação, Mestrado e Doutorado


Veja mais OPORTUNIDADES neste link

Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga o Varginha Digital no

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui