Defesa Civil alerta para previsão de chuvas intensas na semana do Natal

A previsão de chuvas intensas em Minas Gerais pode se estender até 26/12.

Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), faz um alerta à população sobre os cuidados que precisam ser tomados nesta época diante da previsão de mais chuva pelo menos até o início da semana que vem na maior parte de Minas Gerais.

Publicidade

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), há possibilidade de chuvas além da média para quarta (21/12), sendo que a previsão pode se estender até 26/12.

Os maiores volumes de chuvas intensas podem atingir, além de Minas Gerais, os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Goiás, além de parte do Mato Grosso e do Tocantins.

“Estamos vivendo um período chuvoso muito intenso. Nesta semana do Natal, podemos chegar a 200 milímetros de chuva em alguns pontos do estado. É muita chuva”, diz o coronel Osvaldo de Souza Marques, coordenador Estadual da Defesa Civil de Minas.

“Medidas de autoproteção neste período são muito importantes. Se você mora em local de risco, viu algum tipo de deslizamento, tem uma rachadura em casa em alguma parede, ou se ao lado da sua casa passa um rio, córrego ou ribeirão que subiu de volume, busque ajuda. Vá para a casa de um parente, um amigo, vá para um posto da PMMG, do Corpo de Bombeiros, algum órgão do estado, da prefeitura da sua cidade, mas não fique em casa. Sua vida é o mais importante”, aconselha o militar.

Veja também:
Famílias ficam desabrigadas por causa das chuvas fortes em Poço Fundo
Chuva de granizo deixa desalojados e desabrigados em várias cidades do Sul de Minas

Publicidade

O coronel também lembra que, todos os dias, a Defesa Civil do estado divulga alertas nas redes sociais FacebookInstagram e Twitter.

Além disso, é possível receber os alertas via SMS. Basta enviar o CEP para o número 40199 que o celular é cadastrado e o usuário receberá as mensagens comunicando eventos severos na localidade indicada.

Desde o início do período chuvoso, no final de setembro, 91 municípios decretaram situação de emergência. Segundo o boletim da Cedec desta terça, eventos provocados pelas chuvas deixaram 4.434 pessoas desalojadas, 1.244 desabrigadas. De 21 de setembro até agora, oito pessoas morreram.

Veja mais notícias no Varginha Digital

Publicidade