Zué do Esporte presta depoimento na Delegacia da Mulher

Ex-vereador Zué do Esporte
O ex-vereador Zué do Esporte se entregou na Delegacia Civil. Foto internet.

Zué do Esporte responde pelos crimes de importunação sexual e porte ilegal de arma.

Josué Campos Narciso, o Zué do Esporte, prestou depoimento por mais de uma hora na Delegacia da Mulher nesta segunda-feira, 12. Ele se apresentou à Polícia Civil por volta das 10h, acompanhada de uma advogada.

Acusado de importunação sexual de duas jovens, ele foi ouvido pela delegada Geni Azevedo  e era considerado foragido da Justiça. Zué foi detido após prestar depoimento na Delegacia da Mulher, em Varginha (MG).

Ele prestou depoimento à delegada Geny Azevedo por cerca de duas horas. Depois disso, ele saiu preso preventivamente da delegacia e levado ao Presídio de Bom Sucesso (MG).

O ex-vereador foi denunciado no ano passado por importunação sexual de duas jovens no vestiário da escola Caic I. As vítimas tinham 15 e 18 anos e treinam vôlei no local. Elas teriam sido espiadas pelo vereador por um buraco no teto enquanto trocavam de roupa no vestiário.

Após a denúncia, uma sessão chegou a ser marcada para cassar seu mandato na Câmara Municipal, mas Zué renunciou ao cargo por meio de uma carta e se declarou inocente.

Zué também se candidatou vereador nas eleições de 2020, mas não foi eleito.

“Imagino diante das denúncias que vieram ao longo desse ano depois de tudo, que as coisas ainda vão continuar. Espero, inclusive, que se tiver mais alguma vítima, dessas que não se apresentaram, ou qualquer outra pessoa que saiba de algum fato e não teve coragem [de denunciar], que procure a delegacia das mulheres”, destacou a delegada Geni Azevedo em entrevista a EPTV.

Entenda o caso

A Polícia Civil foi acionada pela vítima, uma jovem de 18 anos, que informou ter ido ao CAIC na manhã deste domingo (25), acompanhando o namorado.

Segundo ela, enquanto assistia ao namorado jogando basquete, foi abordada pelo vereador conhecido como “Zué”, que convidou a vítima para integrar uma equipe de vôlei e ofereceu a ela um uniforme, para que ela provasse.

A vítima foi ao banheiro do CAIC, mas percebeu uma movimentação estranha no teto, quando, então, percebeu a existência de um buraco e que o vereador “Zué” a observava, escondido, de outra sala, enquanto ela se trocava.

A jovem divulgou o fato em redes sociais, e, então, outra adolescente se manifestou, relatando também ter sido vítima, em outra data. Outras possíveis vítimas estão sendo investigadas.

As equipes policiais foram à casa do vereador, e, com consentimento dos pais dele, na presença de testemunhas, efetuaram buscas no local, apreendendo, dentre outros objetos, uma espingarda calibre 12, de origem turca, aparentemente sem registro.

Segundo o Investigador de Polícia plantonista, na sala usada pelo suspeito no CAIC foram encontrados, inclusive, material de campanha eleitoral, incompatível com o local público em questão.

Zué fugiu e depois de dois meses se apresentou na Delegacia Civil de Varginha.

Ele responde pelos crimes de importunação sexual e porte ilegal de arma.


Veja também

Siga-nos nas Redes Sociais

Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!


DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome